Acabou o mistério

O meu post mais lido é “Monday Tracks #3“, quando eu compartilhei uma música do ator Crispin Glover.
Eu nunca soube por que raios esse post tinha tanto acesso, sempre achei isso engraçado, porque é a música mais zoada que eu compartilhei, rs. Mas todo dia eu olhava as estatísticas do blog, e lá estava ele, sempre alguém acessando.
Aí eu descobri que dá pra ver as pesquisas que as pessoas fazem até chegar no seu blog, e agora descobri o por quê hahahaha
Valeu Crispin Glover por ser tão misterioso e requisitado!
image

Anúncios

Monday Tracks #16

Perdi 3 semanas de Monday Tracks, mas quero continuar postando, porque afinal, como resistir a ânsia de compartilhar música boa pelos quatro cantos do mundo? Não dá. Então aí vamos.

Conheci essa banda há algum tempo, mas não prestei muita atenção. Hoje por curiosidade fui re-escutar essa música e me perdi em amores. Desde a voz, o ritmo, a música, o vídeo estilo Lars von Trier sóbrio, tudo me fisgou. Sabe aquela música forte, cheia de alma? Não dá pra descrever de outro jeito!

E pra minha não-surpresa, de onde a banda é? SUÉCIA, claro!!! Hahaha, Suécia me persegue, principalmente nas bandas boas. Eles sabem fazer isso MUITO bem!

Lhes apresento, sem muita introdução, porque a música fala mais que mil palavras, esse lindo duo sueco. Wildbirds & Peacedrums!

PS.: logo logo a Banana aqui vai fazer uma breve viagem! 😀 continue acompanhando o blog e não perca as próxima atualizações! Ainda essa semana anuncio o destino 🙂

Beijo beijo!
Inté!

*O Monday Tracks é uma blogagem coletiva criada pelo blog Idéias Sortidas*

Monday Tracks #13 – A música corre no sangue

(Vou fingir que nada aconteceu, que não pulei mais duas semanas, que tá tudo bem! rs)

A música de hoje, eu publico com um imenso amor, e com um puta de um orgulho!
Article Lead - wide6126040310hhky1410834261888.jpg-620x349
A história é a seguinte,
Em 2010 fui fazer uma visita à alguns familiares que não via há muitos anos, bastante gente da família se reuniu (o que é bem raro), inclusive uma tia e seus dois filhos (meus primos) que moram longe. Bem longe. Do outro lado do mundo rs. Foi a primeira vez que eu os vi, que eu os conheci. Essa minha tia foi pra Austrália há mais de 20 anos, meus primos nasceram lá e não conheciam o Brasil.

Na época eu tinha uma banda, e havíamos acabado de lançar um álbum, eu tava mostrando pro pessoal. Conversando com esse meu primo, descobri que ele também tinha uma banda há uns 2 anos, e tinham acabado de gravar um EP!
Ele tinha trazido alguns consigo, e eu ganhei um, que coloquei no computador na hora e já fui ouvir. Eram 5 músicas se não me engano.
Resumo da história: passei o resto dos 3 dias ouvindo esse CD, sem parar, viciei legal, xablau, levei pra casa e mostrei pra todo mundo, pros amigos, pros amigos dos amigos… Virei fã instantaneamente. Amor à primeira ouvida. Arrastei um monte de gente comigo! Agora é a vez de vocês 😀

Essa banda é Sticky Fingersque hoje já possui 2 álbuns lançados, um grande nome na Austrália e em toda a Oceania, algumas turnês europeias na bagagem, e uma turnê norte americana por vir esse ano.

Meu primo é o baterista dessa banda maravilhosa (tieto MESMO, sou muito fã MESMO) que eu lhes apresento hoje.

419075_d85f41f572a94734a3fd6f4dec19d603

Ele é o cabeludão alto de bigodin, caso estejam se perguntando haha

Fico até sem saber qual música postar, porque amo todas. O estilo é reggae rock, e adicionando o sotaque neo zelandês lindinho do vocalista… O resultado é um som muuuito gostoso! E eles ainda são super criativos nos videoclipes, sempre com um toque de bom humor.

O orgulho é gigante mesmo! Ainda mais por saber que quando conheci a banda, só tinham um EP com poucas músicas, mal tinham página na internet. E hoje seus vídeos já estão passando a marca do 1 milhão de visualizações.
Admito com certeza total que eles são hoje uma das minhas bandas favoritas, e fico mais que feliz em poder compartilhá-los com vocês 🙂

Um beijo e um queijo! Espero que gostem e procurem ouvir mais deles, vale a pena, prometo!
Inté 😉

*O Monday Tracks é uma blogagem coletiva criada pelo blog Idéias Sortidas*

Monday Tracks #12 (Atrasado, de novo)

Como prometido, estou postando hoje o Monday Tracks atrasado dessa última segunda-feira!
Eu nunca termino nada que começo, e gente – quero muito manter esse projeto até o fim do ano DE VERDADE. haha
Nem que eu atrase umas semanas, vou postar tudo SIM, yes I can!

Já indo direto ao assunto, a música de hoje é brasileiríssima, porque achei que tava faltado por aqui.
E ainda de uma grande musa minha, Gal Costa.

Sou fã desde que existo, e a voz da Gal Costa me lembra minha infância, minha mãe cantando comigo (sempre!), traz um sentimento muuuito gostoso.

Essa música em especial, cantávamos sempreee no carro, a caminho de qualquer lugar, gravada em uma fita, um CD… mas na maioria das vezes acapella! A música tem um ritmo normal, lentinho, mas costumamos cantá-la aumentando o tempo, e depois repetindo mais rápido ainda, sempre divertido e com muitas risadas…

A letra é singela, cheia de “brasileirismos” do jeito que eu adoro, e me emociona muito, por ser uma história dela própria, uma história de uma mulher de sucesso.

C’est tout mes amis!

Mais uma promessa cumprida! Hoje vou dormir tranquiiiila haha

Inté a próxima! 😉

Monday Tracks #11 (Culpa, atraso, novidade)

Ai… Mil desculpas, atrasei! rs

Esse Monday Tracks era da semana passada, infelizmente nao consegui escrever, nem semana passada nem ontem! Entao vou postar hoje e amanha pra compensar 😛

Na verdade dei uma pequena abandonadinha no blog esses dias, uma combinaçao de desanimo pra escrever, desanimo pra fazer qualquer coisa, muitas coisas pra resolver, preguiça e o netbook com sistema operacional Ubuntu que eu to usando, que andava meio lento, o que me desanimou mais… MAS ENFIM! haha

E tanto tempo sem escrever significa: atualizar as novidades!

Semana passada precisei ir à Barcelona para fazer uma visita ao Consulado, e aproveitei pra dar um passeio pela cidade esperando meu vôo de volta!
Logo mais conto os detalhes!

E vamos lá, a música de hoje é uma que apareceu DO NAAADAAA na minha cabeça ontem, gruda que é uma beleza, entao tá agora eu e o namorido aqui desesperados cantando ela sem parar hahaha

Ando numa onda de músicas dos anos 2000, e essa foi uma que marcou demais:

Hoobastank – “The Reason”

Confesso que eu nem sabia o nome da banda até ontem rs achava que era Simple Plan ou algo do tipo, porque pra mim essas bandinhas parecem todas iguais haha

Mas fala sério, essas músicas anos 2000 feelings sao A MELHOR COISA. Tao memória de adolescente com sofrência, estilo trilha sonora de Malhaçao!
Guilty pleasure PURO! hahaha

Bom, é só isso por hoje, já postei a música e já posso me livrar da culpa de um atraso! Ufa!

Nos vemos mañana! 🙂
Inté!

Monday Tracks #10

Minha nossinhora! Já é a décima semana do ano?? Essa contagem do Monday Tracks me assusta hahaha

Bom! Hoje decidi compartilhar uma música mais “normal”, um indie rock canadense que roubou meu coraçao há alguns anos!
mm141A banda se chama Mother Mother, e a conheci através do iPod de um amigo há uns 5 anos atrás. Eu só conheço o álbum “O My Heart” deles, de 2008, e é dele que vou postar a música com o mesmo nome hoje. Sempre que ouço as músicas deles, lembro dessa época que conheci a banda, e é um sentimento muito bom, fico no meu “mundinho feliz” ouvindo, mundinho de adolescente sem grandes responsibilidades… rs
Até ontem eu nunca havia escutado nenhuma outra música que nao fosse desse álbum haha nao sei porque, mas nunca parei pra ir atrás. O estilo deles mudou bastante, mas continua muito bom. Fazia um tempo que nao os escutava, e depois de ouvir as musicas mais recentes, fiquei super animada em ouvir toda a discografia! 😛 É uma banda bem bacana, música de qualidade, visual, clipes bem montados. Um indie rock gostosinho de ouvir!

Se você gostou, recomendo ouvir o álbum “O My Heart” inteiro! Postaria todas as músicas aqui, porque todas sao boas haha mas sei que as pessoas ficariam com preguiça de ouvir por obrigaçao rs

Hoje o post foi rapidinho, mas de qualidade! (espero)

Boa semana pra todos, e inté a próxima 😉

Monday Tracks #9

Aí vai mais uma semana. Iniciando minha quarta semana aqui na Espanha! Caramba… nem parece que já faz tudo isso. Parece que cheguei faz uns dias, e de repente já vai fazer um mês. O tempo é um negócio muito esquisito.

Já há alguns dias que estou com uma música presa na cabeça, e essa música me emociona muito, pela letra, e pela melodia que parece ter vindo de séculos atrás…
Meu primeiro post nesse blog foi um pequeno texto que fiz sobre o “tempo”, a relaçao que eu estava tendo com esse negócio esquisito chamado “tempo”, completamente relativo, totalmente descontrolado. Às vezes pro bem, às vezes pro mal. E a letra fala um pouco sobre isso.

“Na Laetha Geal M’Òige” é uma música escrita em irlandês, da artista irlandesa mundialmente conhecida por ser trilha sonora de massagem, Enya.
1sBem, pra mim ela é bem mais que isso, eu amo a Enya. As músicas dela sao realmente relaxantes, a qualquer momento eu posso ouvi-las e fico bem, feliz. Ela é uma artista excepcional, que conseguiu trazer a música folclórica irlandesa para a mídia e o “mundo pop”, nunca deixando suas raízes. Enya é uma baita mulher! Ela está certa quando diz que nao gosta de ser rotulada como “new age”, porque nao é mesmo. O gênero é Enya e pronto haha

Cresci ouvindo “Orinoco Flow” e “Caribbean Blue”, sao músicas que sempre irao despertar em mim uma felicidade e nostalgia sem igual!

Mas a que vou mostrar hoje é bem mais calma, bem mais introspectiva, e a letra é realmente linda. Esta segunda-feira acordou movimentada, cheia de planos e preocupaçoes. Mas, finalmente, tudo está correndo bem, e agora o importante é ter calma e continuar seguindo o fluxo de coisas boas 🙂

“Na Laetha Geal M’Òige”

Letra

Ag amharc tri m’oige
Se me bhi samh
Gan eolas marbh
Bhi me og gan am

Anois taim buartha
‘S fad ar shiul an la
Ochon is ochon o

Na laetha geal m’oige
Bhi siad lan de dhochas
An bealach mo a bhi romhan ansin
Bhi se i ndan dom go mbeadh me slan[Traduçao]

Os Formidáveis Dias de Minha Juventude

Olhando para trás, para minha juventude,
Eu estava satisfeito,
Sem conhecimento de morte
Eu era jovem, sem prazos.

Agora estou triste,
Há muito que esses dias se foram.
Tristeza e aflição.

Os formidáveis dias de minha juventude
Eles estavam cheios de expectativas.
A imensa jornada que estava diante de mim na ocasião
Era a que estava destinada a ser,
Adeus.

Parece que ela fez essa música em homenagem aos seus pais, provavelmente após eles terem falecido. É uma música triste, mas ainda assim, tem um sentimento bom.

Boa semana para todos!

Inté mais 😉